Calendário Amigável  

CANAL ABERTO

 

Volta ao Cristo em Poços de Caldas

Por Rodolfo Lucena *

 

.... A Volta ao Cristo, em Poços de Caldas, MG, é uma corrida que todos deveriam fazer pelo menos uma vez para saborear a beleza do percurso e testar força, determinação e resistência.... a prova começou ... seguimos por cerca de três quilômetros planos e então começa a subida: até o topo são 400 metros, aproximadamente, que vencemos ao longo de cerca de três quilômetros. Para se ter uma idéia de quão íngreme isso é, a subida da Brigadeiro, em São Paulo, é de 30 metros ao longo de dois quilômetros.

Na subida, tive um momento visão transcendental, dobrando um curva e vendo, lá do alto, um raio de sol que conseguiu cruzar as nuvens e iluminar parte das coxilhas e plantações lá de baixo. Coisa muito linda no meio daquela nuvenzada toda.

Chegar ao Cristo, uma estátua parecida com a do Corcovado, foi meio anticlimático, pois nunca consegui saber quanto faltava; quando vi, estava lá em cima. Cadê o esforço?

Brincadeira. Na subida, caminhei duas vezes, num total de cerca de 100 metros, mais ou menos. Na primeira vez, resolvi maneirar porque o freqüencímetro marcava mais de 175 bpm. Na segunda, sabia que já estava quase lá em cima, afrouxei um pouco para passar pelo Cristo correndo... Mas daí já estava lá...

A descida foi ótima, em chão de terra batida, ainda muito escorregadia por causa da chuva da noite anterior...

Nesse trecho, tive outra visão cinematográfica: antes de descer, sobe-se um tantinho e depois vem uma curva, de onde desbarrancamo-nos morro abaixo.

Justo lá, quando ia ver o trajeto que me esperava, uma nuvem de neblina sai bufando do meio das árvores e toma a estrada. Pensei que fosse chuva, temi pelo estado do caminho, mas era só aquele vapor fantasmagórico voando por nós, e nós por lá passando. Depois, foi correr sem se largar, segurar joelhos e tornozelos. E ainda deu para apreciar, em vários momentos, o vale lá embaixo e ao longe; os mais rápidos só podiam olhar para a estrada...

 

* Rodolfo Lucena, 49, é editor de Informática da Folha, ultramaratonista, autor de "Maratonando, Desafios e Descobertas nos Cinco Continentes" (ed. Record).

   Blog: http://rodolfolucena.folha.blog.uol.com.br
   Site pessoal: http://www.geocities.com/rodolfolucena